NOVO CEMITÉRIO DE ROLÂNDIA TERÁ 140 COVAS

NOVO CEMITÉRIO DE ROLÂNDIA TERÁ 140 COVAS

Com seu principal cemitério sem vagas para comercialização, a Prefeitura de Rolândia (Região Metropolitana de Londrina) está finalizando os trâmites burocráticos e de obras para liberação de novo espaço, construído nos fundos do conjunto Henrique Berger, próximo a BR-323. 

O cemitério central possui mais de 26 mil vagas. A cidade ainda conta com os cemitérios Bartira e São Rafael, entretanto, por ficarem afastados, os sepultamentos são mais raros nestes locais. Por mês são cerca de 25 enterros em Rolândia. 

Para a liberação do Parque das Hortênsias falta a readequação de parte da estrutura. "A guarita foi depredada e vamos acionar um pregão de mão de obra já finalizado para fazer o serviço. 

Vândalos invadiram e destruíram praticamente tudo, levando telhado e fiação elétrica", pontua a secretária de Planejamento da cidade, Catarina Schauff. 

A reconstrução da guarita está vinculada a acordo firmado com o IAP (Instituto Ambiental do Paraná), que acompanha a edificação desde o início, já que tem um rio na região e anteriormente existia o temor de contaminação de suas águas. "O IAP já confirmou que não há risco de contaminação. 

A análise da água é feita a cada seis meses para monitorar a qualidade. Como a liberação está vinculada à estrutura física para liberação da licença de operação, vem sendo providenciado os reparos necessários nesta guarita." A projeção é que a liberação ocorra entre 30 e 60 dias. 

De imediato, o novo cemitério vai disponibilizar 140 covas. Ele será no modelo jardim, em que grama sobre os túmulos. 

Como somente a primeira fase do projeto foi finalizada, a intenção é construir duas capelas mortuárias, com possibilidade de realização de até quatro velórios ao mesmo tempo. Serão ofertados, quando tudo estiver pronto, cerca de 1.200 vagas, com investimento total de R$ 1,7 milhão. "Também estamos organizando a questão de segurança", informa. (P.M.) 

 

 

Fonte: Folha de Londrina 

Por, Pedro Marconi.