ATIRADOR DE CAMPINAS NÃO TINHA PASSAGENS PELA POLÍCIA

ATIRADOR DE CAMPINAS NÃO TINHA PASSAGENS PELA POLÍCIA

A Polícia Civil divulgou, na tarde desta terça-feira (11), a identidade do atirador que deixou quatro mortos na Catedral Metropolitana de Campinas. Trata-se de Euler Fernando Grandolpho, de 49 anos, morador de Valinhos. 

De acordo com a página oficial do facebook do atirador, ele se formou na Unip, no Campus do Swift e também se formou no Cotuca (Colégio Técnico da Unicamp). 

Segundo a Polícia Civil, a forma como ele manuseava a arma demonstrava um conhecimento com armamentos. Ainda foi informado que ele tinha quatro carregadores cheios e 28 munições na hora que cometeu o suicídio. 

O atirador andou pela igreja atirando, sem um foco fixo, mas sim em quem aparecesse a sua frente. As três primeiras vítimas estavam sentadas no banco atrás dele. A polícia acredita que o ataque foi premeditado. 

A ação durou menos de dois minutos e a polícia afirmou que ele usou dois pentes da pistola durante a ação. Ele só parou ao ser baleado por um policial militar que estava do lado de fora da igreja e que foi avisado por pessoas que presenciaram o ataque. Após ser baleado o atirador caiu e atirou contra a própria cabeça. 

Euler Fernando Grandolpho, de Valinhos, foi identificado como autor do ataque na Catedral (Foto: Reprodução/Facebook)

 

fonte: www.acidadeon.com